AQUI e AGORA - Blog de conversas sobre a advocacia e o mundo

10
Dez 08

Hoje saiu uma estatística de opinião dos portugueses e nós não acreditamos muito nos deputados, achamos que são um cargo menor na democracia...porque será?

Eu tenho reflectido um pouco sobre este assunto desde que tiveram lugar as eleições presidenciais onde foi eleito o Cavaco Silva.

Agora perguntam vocês o que é que as eleições do Presidente têm a ver com os deputados?

Passo a explicar: nessas eleições um deputado do PS foi candidato (contra o partido) a Presidente. O Manuel Alegre, claro está!

Não pensem que eu acho isso errado, eu própria tive vontade de me candidatar contra o Mário Soares (não tenho idade, foi esse o problema), mas não acham estranho um deputado candidatar-se contra o partido, ter mais votos que o candidato oficial e não acontecer nada?

A mim parece-me aquela velha táctica de dividir para reinar, que aliás resultou muito bem na primeira eleição do Soares a presidente, se bem se recordam!

Agora o mais incrível nisto é que o Manuel Alegre não só não abandonou o partido como continua a exercer o seu cargo de deputado e vota contra o governo em todas as questões que levantam alguma discussão pública e já anunciou publicamente que não será mais deputado porque não se revê nesta actuação do governo.

A pergunta é urgente: porque carga de água continua na AR?? porque não é honesto consigo próprio e com os portugueses e se desmarca deste governo? Não é esse o objectivo pois não? Está a aproveitar o lugar ( e o tempo de antena) para fazer campanha, é justo!

Cá para mim vai-se candidatar a primeiro-ministro, contra o Sócrates, mas na verdade a seu favor, porque mais uma vez usamos a táctica do Soares.

Agora eu pergunto: se o Sócrates não tiver maioria e o Alegre tiverem alguns votos o PS e o PS vão coligar-se para governar? Será que o PS e o PS conseguem governar os dois??

Maior subversão à democracia do que isto não me parece possível!

Ainda se perguntam porque é que os Portugueses não acreditam nos deputados? Porque não se pode levar a sério pessoas que têm como objectivo único enganar, iludir, manusear a nossa democracia!

 

Outro caso estranho que envolve deputados foi este último com deputados do PSD, que faltaram a uma sessão da AR e se não tivessem faltado a avaliação dos professores tinha sido suspensa por iniciativa do PP.

Todos acharam incrível eles terem faltado, mas eu pergunto, qual era a vantagem daquela proposta ter passado? Em termos partidários claro!

A vantagem não era nenhuma, a proposta era do PP (o PSD não quer ajudar o PP quer é ganhar as próximas eleições), o problema do governo com os professores acabava (o PSD não quer ajudar o governo quer é ganhar as eleições) e o governo ainda tinha a desculpa de ter que acabar com a avaliação dos professores por causa do PP e do PSD (uma boa desculpa porque eles devem estar mortinhos para acabar com aquilo!) e ainda dizia que eles tinham contribuído para que aquela classe tivesse uma regalia em desfavor de todas as outras que são avaliadas e tal (discurso politico normal...).

Alguma destas coisas era boa para o PSD? Não, claro que não?

Ainda acham incrível eles não terem ido votar?? Não, claro que não!

A quem poderia ter ajudado o PSD? Aos professores claro, mas os portugueses são quem menos importa, isto é um facto!

A nossa politica é um teatro, todos têm o seu papel e na realidade o papel dos deputados é muito pequeno e tem que obedecer sempre ao guião escrito pelo partido, quer seja quando faltam, quer seja quando votam contra as propostas do seu próprio partido.

Até ao meu regresso!

publicado por hic-et-nunc às 11:08

Um verdadeiro raciocínio de lógica partidária.
Parabéns
NM a 10 de Dezembro de 2008 às 13:28

as minhas fotos
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
18
20

21
23
25
26
27

30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
as minhas fotos
blogs SAPO